Aprender Para Usar

As Ilhas das vogais fortes

Apreensão do princípio alfabético

Esta atividade pode ser usada como estratégia para iniciar o ensino das vogais, ou como estratégia para consolidar a relação entre grafemas e fonemas vocálicos depois de já todos terem sido ensinados.

Objetivos

Gerais:

- Dirigir a atenção das crianças para as vogais iniciais;
- Treinar a capacidade para analisar a vogal inicial;
- Relacionar as vogais (que são nomes de letras) com os grafemas respetivos.

Específicos:

- Identificar a vogal inicial da palavra e colocar a palavra na ilha respetiva.


Contexto


Material

     - 5 ilhas (fornecidas em anexo)

     - 2 Cartolinas azuis

     - 25 boias com imagens/palavras começadas por vogais (que são simultaneamente nome das letras):

        águia, árvore, alho, asa, alface;

        erva, égua, ecrã, elo, ela;

        igual, iglu, igreja, íman, iguana;

        ogre, olhos, ovos, orca, obra;

        urso, uva, unha, uivar, unicórnio;

     - 25 letras (5xA; 5xE; 5xI; 5xO; 5xU);

     - videoprojetor


Contextualização

Se o objetivo for iniciar o ensino das vogais, o jogo deve ser realizado apenas com duas vogais de cada vez e deve começar com as letras <i> e <u> por serem mais consistentes do ponto de vista da correspondência grafema-fonema. As outras vogais podem ir sendo introduzidas uma a uma, realizando o jogo com uma das vogais já ensinadas anteriormente.

Se o objetivo é consolidar as correspondências entre grafemas e fonemas vocálicos, depois de já terem sido ensinados, o jogo poder-se-á realizar com todas as palavras em simultâneo.


O que deve observar

Deve anotar se cada criança consegue:

- Articular corretamente as palavras
- Compreender as instruções da atividade
- Memorizar as vogais
- Prolongar o fonema inicial das palavras
- Identificar o fonema inicial vocálico
- Permanecer atento e sentado durante a atividade
- Esperar pela sua vez de jogar


Conselhos

O jogo poderá ser aplicado em contexto de turma se as ilhas forem impressas num formato maior e se as imagens das boias forem apresentadas através de videoprojector. Neste caso as imagens das boias são apresentadas aleatoriamente e a criança tem de indicar a que ilha pertencem.


Diferenciação para alunos com dificuldades

     - As crianças que tiverem apresentado dificuldades na primeira parte da tarefa são selecionadas para realizar a tarefa de forma mais individualizada (individual ou pequeno grupo até 3 crianças).

     - As regras funcionam da mesma forma, mas desta vez apenas são colocadas duas boias de cada vez (uma de cada vogal trabalhada, por exemplo: igual; urso) se o objetivo for o ensino das vogais, ou cinco boias de cada vez começadas pelas cinco vogais abertas (por exemplo: águia; erva; igual; ogre; urso) se o objetivo for consolidar o conhecimento das correspondências.

Autoria do recurso

- Vale, A.P. & Martins, B. (2020). Ilhas das vogais fortes. In Vale, A.P. & Martins, B. (2020). Atividades e materiais para promoção da consciência fonológica e fonémica, leitura e escrita. PNL2027/ EDULOG.


Publicação: 19.outubro.2020

Textos Relacionados